Um marinheiro foi condenado na Rússia sob acusação de plantar maconha dentro de um dos submarinos nucleares da Rússia. Alexander Panov, que servia no submarino Dmitry Donskoy, foi acusado de plantar a droga no peitoril da janela de seu compartimento e vendê-la para os companheiros, segundo agências russas.

“Quando as três plantas que ele cultivava alcançaram 1 metro, o marinheiro as trouxe para o almofarixado”, disse o juiz Oleg Arkhipov. “Ele irrigava a plantação e começou a usá-la e distribuí-la para os outros marinheiros”, acrescentou.