O bêbado chega em casa e é impiedosamente expulso pela mulher. Sem opção ele vai para um beco escuro e dorme.
De manhã, com uma ressaca de matar ele nota que seu relógio sumiu. Então ele vai pra casa, toma um banho, faz a barba e sai pra trabalhar. Andando pela empresa, ele vê um funcionário com o seu relógio no braço.
— Ei, cara! — diz ele — Esse relógio é meu!
O sujeito se defende:
— Que seu nada! Esse relógio eu peguei de um bêbado que eu comi ontem lá no beco!
— Olha só… — responde o ex-bêbado — Igualzinho o meu!