Lisboa, Portugal
Querido filho,
Escrevo-te estas linhas para que saibas que a mãe está
viva. Vou escrever
bem devagar, pois sei que não consegue ler depressa.
Caso estejas sem tempo de
escrever à mãe, manda uma carta dizendo que quando
estiveres mais tranqüilo
vais mandar notícias. Tua irmã Maria está grávida. Mas
ainda não sabemos se vai
ser menino ou menina. Portanto, não podemos te dizer se
vais ser tio ou tia.
Teu pai arranjou um bom emprego. Tem 2300 homens abaixo
dele. É o
dentro do
automóvel. Estava um calor de
rachar.
Abrimos um restaurante onde se serve comida por quilo ,
esta na moda aqui em
Portugal nos pesamos o cliente na entrada e depois na
saida, o pessoal aqui ta
achando meio ruim só por que nos sempre fechamos o
restaurante para o almoço ,
tambem nao da pra trabalhar com fome nao é filho? Esta
cheio de ratos aqui em
casa , eu sempre falo pro seu pai pra que ele ponha
veneno no buraco do rato ,
mas ele sempre insiste que só poe o veneno se eu
segurar o rato.
Seu primo esta trabalhando como atacadista , é filho
ele da ataque toda
hora.
Esta carta te mando através do Gabriel, que vai amanhã
para aí. A
propósito, será que podes pegá-lo no aeroporto ?
Tua mãe que te ama,
Fátima Manoela da Alcova
PS.: Ia mandar-te 2 mil escudos, mas fica para outra
vez. Já fechei o
envelope.