Dois amigos conversando:
— Eu tenho um cachorro que é uma maravilha. Saio de casa, minha mulher solta ele duas horas depois e bicho me encontra, onde eu estiver!
O amigo não fala uma palavra e, depois de um breve silêncio, o dono do cachorro continua:
— Você precisa ver! O danado tem um faro que é uma beleza! Sai de casa cheirando aqui, cheirando ali e acaba me achando!
O amigo continua em silêncio.
Então o dono do cachorro não resiste:
— Pô, Gilmar! Eu falando do faro do meu cachorro e você nem diz nada?
— Ué, vou dizer o quê?
— Ué, diz o que você acha!
— Ah, eu acho é que você devia tomar banho com mais freqüência!