Amulher, loira e linda, procura um médico do SUS:
— Doutor, eu não consigo mais ter relações sexuais com meu marido! Eu não tenho mais forças!
— Como assim, moça? Explique melhor!
— É que eu não tenho carro e nem existe ônibus disponível onde eu moro… Vou para o trabalho de táxi, chegando lá, eu fico quieta e o motorista diz: “E então, vai pagar ou o quê?”. Eu, sem dinheiro, sou obrigada a escolher o “o quê?”.
Coitadinha da moça, não é?
— Aí chego atrasada no trabalho e o meu chefe: “Atrasada de novo, hein? Vamos descontar do seu salário, ou o quê?”. E eu, outra vez, sou obrigada a escolher o “o quê”.
Noooossa, que maldade!
— E assim o dia inteiro, Doutor… Até eu voltar pra casa, sem conseguir mais pensar em sexo… Aí eu nunca tenho vontade de fazer amor com o meu marido… Não sei mais o que fazer!
— É simples, moça! Vamos contar a verdade pra ele?
— O senhor está doido? De jeito nenhum! Se o meu marido descobrir, ele me mata!
— Bem, você prefere morrer ou o quê?
P.S. Você vai dar risada ou o quê?