Passeando com o marido na rua, a mulher lhe pede uma moeda.
– Pra que você quer uma moeda?
– Para dar pra aquele cego ali… – responde ela, apontando um homem maltrapilho, de óculos escuros, sentado na calçada. – Ele me pareceu muito necessitado, pois me implorou: “Pelo amor de Deus, minha bela senhora, dê-me uma moedinha!”
– Ele disse “bela senhora”?
– Sim!
– Toma lá, então! – disse o marido, entregando-lhe uma moeda. – Esse homem deve ser cego mesmo!