Frustrado porque a mãe não havia deixado ele ir num bailinho, o garoto senta-se na calçada e derrete-se em lágrimas. Um velhinho que ia passando, comovido com a cena, aproxima-se dele e pergunta:
– O que foi, meu filho? Por que você está chorando?
– Porque… sniff… porque eu não posso fazer o que os adultos fazem.
Então o velhinho sentou-se ao seu lado e começou a chorar também!