O cara chega apavorado no hospital:
— Por favor! — diz ele, ofegante — Fiquei sabendo que meu amigo foi atropelado e está nesse hospital.
— Qual o nome dele, senhor?
— Gerivalson dos Santos.
— Ele está aqui sim, senhor.
— E como ele está?
— Bem… É… Hum…
— Fala logo, menina! Como ele está?
— Er… Ele… É…
— Fala onde ele está que eu mesmo vou ver!
— Ele está nos leitos 17, 18 e 19, senhor.