Em época de baixa temporada, o cassino estava às moscas. Os assistentes já não agüentavam mais de tédio.
Foi quando entrou no salão uma loira espetacularmente gostosa. Imediatamente, o pessoal do cassino se animou.
Ela se aproximou de uma das mesas e disse aos assistentes que apostaria 20 mil dólares e que acertaria os números em um único arremesso de dados.
Os caras anotaram a aposta.
Foi quando a loira disse:
— Olha, espero que vocês não se importem, mas tenho mais sorte quando estou nua.
Os assistentes aceitaram imediatamente e ficaram olhando aquela loiraça, tirar a roupa.
Completamente nua, deixando todo o seu corpo à mostra, a loira gritou:
— Mãezinha, preciso de novas roupas!
Fez o arremesso e logo em seguida comemorou:
— Viva! Viva! Eu venci! Eu venci!
Saltitante, a loira abraçou e beijou cada um dos ajudantes.
Pegou todo o dinheiro, as roupas e se mandou.
Os ajudantes, ainda boquiabertos, se entreolharam. Até que um deles perguntou:
— Que número deu nos dados?
— Não sei, pensei que você estivesse olhando!
Moral da história: Nem todas as loiras são burras, mas homens são sempre homens…