A loira vai ao ginecologista reclamando que não consegue engravidar.
– Por favor, tire a roupa e deite-se naquela marca – diz o médico, preparando-se para examiná-la.
E ela indecisa:
– Mas, doutor! Eu gostaria tanto que o filho fosse do meu marido!