Um cara estava num ônibus, quando acidentalmente ele passou por uma freira e deu aquele esbarrão.
A freira zangou-se, esculhambou, ele pediu desculpas etc.
A seguir, ele comenta com o motorista o que ocorreu, aí o motorista diz:
– Rapaz, esta freira é conhecida. Ela dá todo o esporro do Mundo, mas no fundo ela gosta, é uma sem-vergonha,
o pessoal diz que todo final da tarde ela encosta a bunda num buraco de uma divisória que dá para um salão lá na paróquia e um padre vem e come ela.
O cara então dá um jeito de substituir o padre numa tardezinha e fica à espera no local indicado pelo motorista.
Quando ele vê aquela bunda posta na abertura da parede, ele vai fundo e crau! Depois da transa, ele fala:
– Ei, irmã, aqui não é o padre não, viu?
É aquele cara do ônibus que você desmoralizou na frente de todo mundo, sua safada!
Do outro lado:
– E aqui não é a freira não, viu? É o motorista!