um barzinho, o sujeito resolve abordar uma loira de uma maneira pouco natural:
— Como você é bela! Case-se comigo e eu te farei a mulher mais feliz do mundo! Por você, atravessarei oceanos, escalarei montanhas, cruzarei fronteiras, descerei despenhadeiros, nadarei através das correntezas…
A loira se levanta e vai mudando de lugar, quando o cara a interpela:
— Ei! Moça, o que foi? Não quer se casar comigo?
E ela responde:
— Eu, hein? Pra que eu vou querer um marido que não pára em casa?