Toca o sino da igreja e Joãozinho vai se confessar. Chegando lá, o padre diz:
? Qual é o seu pecado, meu filho?
E ele responde:
? Comi meu colega, padre.
O padre diz:
? Nossa, como você fez isso, meu filho?
O menino responde:
? Ah, você sabe, né, padre… bolinha vai, bolinha vem, se não comer meu colega não como ninguém.
? Tá bem, meu filho, vai lá… reze três Pais Nossos e três Ave-Marias e pode ir embora.
Outro dia, o sino toca e lá vai o Joãozinho novamente. Chegando lá, o padre o atende e pergunta:
? Qual é o seu pecado, meu filho?
E o menino responde:
? Comi minha irmã, padre.
O padre diz:
? Nossa, como você fez isso meu filho?
? Ah, você sabe, né, padre… bolinha vai, bolinha vem, se eu não como minha irmã, não como ninguém.
O padre diz para o menino:
? Vai lá, reze três Pais Nossos e três Ave-Marias e pode ir embora.
Um terceiro dia, o sino toca e o padre sai correndo escadaria acima e se pendura na cordinha do sino. O menino chega, procura e não o acha. Quando olha para cima, vê o padre e pergunta:
? O que você esta fazendo aí?
O padre responde:
? Ah, você sabe, né, meu filho… bolinha vai, bolinha vem, se eu ficar aí em baixo você acaba me comendo também!