Na cidadezinha do interior, lá estava Joãozinho com a mãe.
Tinha um burro mijando.
O menino vê aquilo e pergunta:
– Mãe, o que é aquilo, em baixo do burro?
E a mãe, toda envergonhada:
– Vambora, filinho!
– Não! Quero saber o que é aquilo em baixo do burro!
– Vambora, filinho! Aquilo não é nada!
E o senhor, que estava olhando:
– Minha senhora… se isto aí não é nada, o seu marido deve ser um fenômeno!