Um homem tinha que passar todos os dias por um hospício e um dia ele ouviu um barulho:
– Oito, oito, oito, oito!
Ele não aguentou de curiosidade e olhou por cima do muro e de repente uma pedra atingiu sua cara.
Então ele ouviu:
– Nove, nove, nove, nove!