Tinha acabado de entrar o horário de verão. Estava a velhinha, que não entendia porra nenhuma disso, com a netinha no ponto de ônibus. Perto, dois caras conversando. Um pergunta pro outro:
– João, que horas são?
– Três na nova e duas na velha! – Responde o outro.
E a velha:
– E CINCO NA SUA MÃE, SEU FILHO DE UMA P…!