Fidel Castro morreu. Quando chegou no céu, São Pedro barrou a sua entrada e o mandou para o inferno. O diabo o recebeu eufórico:
– Fidel! Grande Fidel! Sinta-se em casa!
Fidel então se lembrou que tinha esquecido as malas lá no céu.
– Não se preocupe – disse o diabo. – Fica aí à vontade que eu mando dois diabinhos buscarem as suas malas.
E lá foram os dois diabinhos. Chegando ao céu, encontraram uma tremenda fila na porta. Um diabinho virou pro outro e falou:
– Vamos entrar na fila?
– Que fila, mané! – disse o outro diabinho. – Vamos pular aquele muro ali.
Eles tentam pular o muro. São Pedro percebe e comenta com o arcanjo Gabriel:
– Olha lá, Gabriel. Não tem 10 minutos que o Fidel tá no inferno e já chegaram dois refugiados!