Uma freirinha estava viajando com seu calhambeque pela estrada quando acontece uma pane no motor. Ela encosta o carro e, como vê que não tem jeito, pede carona na estrada. Neste momento passa uma caminhonete da Embratel e o motorista resolve dar carona à freirinha. Durante a viagem, conversa vai, conversa vem, ela pergunta o que ele está transportando.
– Irmã, é a tecnologia! Com isto aqui eu posso falar com qualquer pessoa no mundo, esteja ela onde estiver!
– Que maravilha… Não importa onde? – perguntou a freirinha.
– É isso aí, irmã.
– Que coisa boa, meu filho. Olha, tem uma irmã da nossa congregação, a irmã Terezinha, que saiu em missão para a África, e nós não temos notícias dela a 3 anos. Se você pudesse me deixar falar com ela, eu faria qualquer coisa por você, meu filho.
– Qualquer coisa? – disse o motorista com um sorriso nos lábios.
Ele então encosta a caminhonete na estrada, abre o zíper da calça, abaixa a cueca e, mostrando seu instrumento já duro, diz:
A freirinha abaixa a cabeça, pega a coisa com as duas mãos, aproxima a boca e diz:
– Alô, Terezinha!!! Você tá me escutando????