Um representante da Sadia pede uma audiência com o Papa.
Oferece 5 milhões de dólares para que o Papa troque um trecho do pai-nosso.
Em vez de “pão nosso de cada dia” colocar “frango nosso de cada dia.”
O Papa tem um ataque, toma 3 valiums e excomunga o cara, indignado.
Na semana seguinte o mesmo representante vem com nova proposta. 20 milhões de dólares.
O Papa novamente declina, faz o sinal da cruz 10 vezes, toma maracujina e se retira aos seus aposentos.
Alguns dias depois o cara volta, desta vez acompanhado dum representante da Perdigão.
Os dois contam que se uniram para aumentar a proposta. Oferecem 100 milhões, a última oferta.
O Papa se retira e vai falar com os cardeais:
– Tenho uma boa e uma má notícia – diz ele. – A boa é que temos a chance de ganhar 100 milhões
Os cardeais se entreolham sorrindo.
– Agora a má notícia – continua o Papa – É que é capaz de perdermos o contrato com a Padaria da esquina.