O gaúcho vai a uma churrascaria em São Paulo e assim que o garçom lhe traz o cardápio, ele diz:
– Que é isso, cara? Gaúcho que é gaúcho não lê cardápio, traz a faca do assador.
Assim que o garçom lhe trouxe a faca ele a cheirou e disse:
– Essa picanha está boa, pode trazer!
Depois de comer a picanha, ele pede a faca de novo, cheira-a e diz:
– Essa costela está boa, pode trazer!
Depois de comer a costela, ele pede a faca novamente, mas o garçom, muito emputecido, resolve lhe pregar uma peça.
– Jurema – diz para a cozinheira. – Enfia o dedo na xoxota e passa nessa faca aqui.
E assim que entregou a faca ao gaúcho, este cheirou-a e perguntou:
– Bah! Tchê! A Jurema agora está trabalhando aqui?