Lula morreu e foi se apresentar à São Pedro e, após uma breve entrevista, vendo a precariedade cultural do entrevistado, São Pedro ordenou-lhe que ficasse quinze dias na ala dos filósofos para que pelo menos o básico lhe fosse ensinado.
No dia seguinte, preocupado com a decisão que havia tomado, São Pedro foi até a ala dos filósofos e, pela fresta da janela, surpreendeu Confúcio conversando com Lula.
– Quantas vezes vou ter que repetir, Sr. Luiz Inácio! dizia o grande filósofo irritado.
– Epístola, não é a mulher do apóstolo.
– Eucaristia, não é o aumento do custo de vida.
– Encíclica, não é bicicleta de uma roda só.
– Ano Santo, não é o cu do Papa
– Diabético, não é um que tenha pacto com o diabo.
– NASA, não é sinónimo de nazista.
– E meu nome é Confúcio! Pafúncio é a puta que o pariu, “companheiro”!