Batman e Robin estão voltando de uma festa. Caindo de bêbado, Batman pede para que Robin vá dirigindo o Batmóvel.
Emocionado pelo fato de dirigir aquele carrão pela primeira vez, Robin senta-se ao volante, engata a primeira e sai cantando os pneus.
Engata a segunda, acelera mais, põe a terceira e entra numa curva a 140 Km por hora.
O carro começa a derrapar, ele reduz a marcha, dá um cutucão no freio, corrige o percurso, acelera novamente, põe a terceira novamente e assim vai até chegarem a Batcaverna.
Assim que o carro pára, Batman vira-se para ele e pede:
– Robin, me dá um beijo?
– Que é isso, Batman?! Tá me estranhando?
– Não se faça de besta Robin, você está cansado de saber que o Batmóvel é automático.