No restaurante, Manoel se abre para o seu melhor amigo:
– Eu sou o gajo mais feliz do mundo! A minha mulher me ama de verdade!
– Ora pois – estranha ele – E por que você está falando isso justo agora?
– Ah, ontem eu fiquei de cama por causa de uma gripe forte e ela me surpreendeu!
– Continuo sem entender…
– Calma, deixa eu terminar! Ela estava tão feliz de eu estar em casa que não conseguia se conter! Pra qualquer pessoa que batia a nossa porta, até pro carteiro e pro leiteiro, ela gritava, cheia de entusiasmo:
– O meu marido está em casa! O meu marido está em casa!