O turco põe o filhinho em cima do guarda-roupa, e diz:
— Pula, filhinha, que o papai pega!
O molequinho pula, Salim sai de baixo e o pobre garoto se espatifa no chão.
— Viu filhinha, non confia nem na papai!