Em um prédio do centro da cidade, o sujeito entra no elevador e se depara com uma loira deliciosa, de mini-saia e seios enormes, pulando pra fora do decote.
Muito solícita, ela se antecipa e puxa assunto:
— Eu estou indo para o quarto andar!
— É mesmo? — pergunta o sujeito, sem tirar os olhos dos peitões dela.
— É… Eu vou fazer uma doação de sangue! Todo mês eu faço e ganho 20 reais por doação!
— Pois eu estou indo para o quinto andar fazer uma doação de esperma! Faço toda semana e ganho 100 reais por doação!
A loira fica admirada e o elevador chega no quarto andar.
— Bom, então vou ter que ir… Até qualquer dia!
O sujeito, inspirado para fazer a doação de esperma, segue o seu caminho.
Depois de uma semana os dois se encontram no elevador novamente:
— Quarto andar, como sempre? — pergunta o sujeito.
E a moça, de boca cheia, sinaliza o número 5 com a mão!