Quatro soldados de diferentes países (um americano, um japonês,um espanhol e um português) encontravam-se presos em um campode concentração.
O sádico diretor do campo, disposto a divertir-se com esses pobres soldados, resolveu promover um teste: todos deveriam contar piadas. Se as piadas fossem boas e todos da prisão rissem (incluindo o diretor), suas vidas seriam poupadas. Caso contrário, a forca seria o destino do comediante sem talento…
E chegou a vez do americano: contou uma piada engraçadíssimae todos riram, menos o português. O diretor, assistindo a impassividade do português, clamou: “Matem esse americano sem graça!!”
E lá se foi o pobre gringo…
O próximo era o japonês: contou uma piada ainda mais engraçada que ele tinha lido no Portal do Humor
Mais uma vez, todos riram, menos o português. Perante o rosto sériodo lusitano, o diretor ordenou: “Matem esse japonês que não sabe contar piadas!”
E chegou a vez do espanhol. Assim que começou, o português caiu na risada.
E passou a rir sem parar! O diretor, não entendendo o ocorrido, perguntou ao português:
– Mas, homem, o espanhol mal começou a contar a piada… Doque está rindo?
– Muito boa a piada do americano!