Um dia, em uma grande floresta, um sapo mágico estava saltando
em uma lagoa. A floresta era tão grande que o sapo nunca havia
visto nenhum outro animal em toda a sua vida. Mas um dia ele
viu um urso perseguindo um coelho. O sapo então ordenou que os
dois parassem. E disse:
– Por vocês serem os dois únicos animais que eu já vi, concederei
a ambos três desejos. Urso, você começa.
O urso pensou por um minuto e, sendo macho, disse:
– Desejo que todos os ursos desta floresta, com exceção de mim,
tornem-se fêmeas.
E o desejo foi atendido.
O coelho, como seu primeiro desejo, pediu um capacete. Foi atendido
e imediatamente o vestiu. O urso ficou admirado com a estupidez do
coelho, desperdiçando um desejo assim. Era a vez do urso fazer
outro desejo:
– Bem, eu desejo que todos os ursos da floresta vizinha se tornem
fêmeas também.
O desejo foi atendido e o coelho rapidamente pediu uma motocicleta.
Prontamente ela apareceu, o coelho subiu nela e ligou o motor.
O urso estava chocado com o coelho pedindo aquelas coisas
estúpidas… Afinal, o coelho poderia ter pedido dinheiro e comprado
uma moto mais tarde… Para seu último desejo, o urso pensou um
pouco e disse:
– Desejo que todos os ursos do mundo, com exceção de mim, tornem-se
fêmeas.
O coelho engatou a primeira marcha, acelerou e, enquanto saía,
gritou:
– Eu desejo que esse urso seja gay!!!