Uma noiva, pretendendo fazer seu enxoval, vai à Loja
do Salim onde vê um maravilhoso tapete persa exposto e
fica encantado com ele.
Imediatamente, entra na loja e ao perguntar o preço
para o Salim vê que nunca teria condições de compra-lo.
Muito espertalhão, Salim faz uma proposta:
– “Se der metitinha com Salim e aguentar sem peidar
ganha o tapete”
A moça, achando que seria fácil topa a aposta e logo
Salim a coloca como um frango assado no chão e começa
a come-la, até que em dado momento ela não aguenta
aquela pressão toda e solta um longo peido.
Triste e desolada, volta para casa e sua mãe, ao vê-la
chorando pergunta o que aconteceu, e ao saber de toda
essa história fala para a filha:
– “Pois eu vou lá na loja e vou ganhar o tapete pra
você com minha experiência”.
Ao chegar na loja do Salim a mãe pergunta-lhe se a
proposta ainda está em pé, quando recebe a resposta
afirmativa. Lá vai ela e quando o Salim bombava ela
também não aguentou e soltou um longo e alto peido.
Ao retornar em casa, também triste e desolada conta
para a filha seu insucesso.
A avó de oitenta e cinco anos, ao ouvir toda aquela
história se compromete a conquistar o tapete para a
netinha dizendo:
– ” Pois eu vou lá e lavarei a alma de nossa família”.
Chegando na loja do Salim ela também lhe pergunta se a
proposta está e pé e já foi logo tirando a roupa pro
judeu.
Passada uma hora, toda a vizinhança assiste em festa a
chegada da velhinha à casa, com o tapete enrolado
sobre os ombros e começam a aplaudi-la pelo ato
heróico.
– “Nossa vovó, a senhora conseguiu ganhar o tapete pra
mim?” – perguntou a neta.
– “Que nada, trouxe ele pra lavar porque enchi ele de
bosta”- respondeu a velhinha.