O caipira entra no consultório médico, com a esposa e 9 crianças à tira-colo, querendo saber um jeito de não ter mais nenhum filho.
– O senhor usa preservativos? – pergunta o médico.
– Preservativo? Qui negócio é esse, Dotô?
Muito prestativo, o médico explicou o que era e até deu algumas camisinhas para o caipira, que saiu de lá feliz da vida.
Seis meses depois, ele volta ao consultório com a esposa grávida, reclamando:
– Seu Dotô! O seu remédio é uma porcaria! Nóis já vamo tê otra criança…
– Mas o senhor usou os preservativos? – perguntou o médico, preocupado.
– Craro que sim, dotô… Eu usava todo santo dia! Só tirava pra mijá e pra trepá!