O português estava pescando a beira de um rio, em companhia de um amigo. Em dado momento, o amigo escorrega, cai na água e começa a ser arrastado pela forte correnteza.
– Socorro! Me ajude! – grita o infeliz.
O coitado do português ficou apavorado, sem saber o que fazer,já que não sabia nadar.
– Socorro! Socorro! – gritava o náufrago que, num impulso de desespero, avistou um rolo de corda ao lado do português.
– A corda! A corda! Joga a corda!
– Tá maluco? Jogo não, ora essa! – exclamou o portuga. – Onde já se viu? O gajo já está se afogando e ainda pensa em se enforcar!!