Joaquim vai ao médico, que lhe receita três remédios. Uma semana depois o português volta bem pior do que estava.
— O senhor não comprou os remédios que eu prescrevi?
— Mas é claro que comprei, doutoire!
— E tomou corretamente?
— Tomaire como? Pois se em todos frascos estava escrito “Mantenha sempre fechado”?