O sujeito vai na delegacia reclamar do desaparecimento de sua sogra.
– E quando foi que vocês notaram que ela tinha desaparecido? – pergunta-lhe o delegado.
– Já faz umas duas semanas!
– Duas semanas?! E só agora o senhor vem pedir ajuda da polícia?
– Pois é, seu delegado! Eu custei a acreditar que minha sorte fosse durar tanto!