O sujeito morre tragicamente e, chegando no céu, Deus começa o interrogatório:
– Do que você morreu, meu filho?
– Ah, senhor… Foi por causa da enchente!
Enquanto o recém-chegado contava como foi sua morte, um outro cidadão do céu interrompeu:
– Enchente o cacete! Deve ter sido uma chuvinha bem mixuruca!
– Não! Foi enchente mesmo – disse o novo hóspede, indignado. – A cidade toda ficou debaixo d água!
– O quê?! Você não sabe o que é uma chuva de verdade!
– Como não? Perdemos o carro, a casa e até algumas vidas por causa da enchente!
– Deixa de ser frouxo, rapaz. Chuvinha de bos-ta…
O sujeito estava ficando muito nervoso, até que Deus não se conteve e interviu:
– Porra, Noé, deixa o cara contar a história dele em paz!