O sujeito entrou na quitanda e pediu dois melões.
– O senhor quer verde ou maduro? – perguntou o atendente.
– Tanto faz! Não são para mim!
– Posso saber para quem são? – perguntou, curioso.
– Para minha sogra… Ainda ontem ela me disse que daria a metade da vida por um melão!!