O sujeito chega em casa caindo de bêbado e encontra a mulher furiosa sentada na cama.
– Seu cafajeste! – esbraveja ela. – Sabe que horas são?
– Não…
– Cinco horas da manhã! Você não tem vergonha?
– Vergonha de quê? Eu não tenho culpa! Se eu estivesse em casa seria a mesma hora!