Um anão paulista foi ao Rio de Janeiro e ficou na praia de Ipanema.
Chegando em São Paulo, de volta, um amigo perguntou:
— E aí, Luís? Que tal a praia?
— Uma beleza! Cada joelho!