SOGRA, BICHINHO INSISTENTE!
Um sujeito ia de férias em seu carro com a família. Sua sogra gritava e
gritava, enchia o saco! O sujeito já estava ficando nervoso, mas a sogra
não parava de gritar e urrar e espernear.
Até que o cara não agüentou. Parou o carro, abriu a porta, foi até
a
traseira, abriu o porta-mala do carro e falou pra sogra que estava lá
dentro:
– Tá bom, pode ir lá na frente com os outros!
***
A mulher acorda no meio da noite e constata que o marido não está na
cama.
No silêncio da noite ela ouve um resmungo no andar de baixo.
Desce as escadas, procura-o por toda parte mas não consegue encontrá-lo.
Escuta um lamento, como alguém soluçando. Ela então desce até o porão e
encontra o marido, encostado num canto do cômodo virado para a parede e
soluçando como uma criança. Ela pergunta:
– O que aconteceu?
Ele responde:
– Lembra-se do dia que seu pai nos flagrou na cama quando você tinha
dezesseis anos?
– Sim, lembro – responde ela.
– Lembra-se de que ele disse que eu tinha duas alternativas? -continua
ele,
– Ou casava com você ou pegava vinte anos de cadeia?
– Sim, lembro – concorda ela.
O marido quase se desmanchando de chorar:
– Hoje é o dia em que eu estaria saindo da cadeia.
***
– Querido, onde está aquele livro: “Como viver 100 anos?”
– Joguei fora!
– Jogou fora?! Por que?
– É que a sua mãe vem nos visitar amanhã e eu não quero que ela leia
essas
coisas!
***
O sujeito abre a porta e dá de cara com a sogra.
– Olá, sogrinha! – cumprimenta ele, fingindo satisfação.
– Que bom que a senhora veio nos visitar.
Então ele percebe que ela está com uma maleta nas mãos.
– Quanto tempo a senhora pretende ficar com a gente? – pergunta
preocupado.
– Ah! Acho que até vocês se cansarem de mim!
– Sério mesmo? Não vai nem tomar um cafezinho?
***
A garota chega para mãe, reclamando do ceticismo do namorado.
– Mãe, o Mário diz que não acredita em inferno!
– Case-se com ele minha filha e deixe comigo que eu o farei acreditar!