Duas mulheres vão pedir justiça ao Rei Salomão.
Apontam para o bonito rapaz e o acusam de haver jurado
se casar com a filha de cada uma. Salomão, sempre
justo, sentencia:
– Guardas! Cortai esse rapaz ao meio e dai a cada
donzela uma metade.
– Louvo a vossa justiça, majestade. -admite a primeira
mãe, com um sorriso feliz.
– Não majestade!!! -desespera-se a segunda. – Melhor
que ele seja entregue à que não é minha filha!
Salomão, sempre sábio, volta-se para a primeira mãe e
decide:
– Que este jovem seja marido de tua filha, pois tu que
concordaste em vê-lo cortado em dois és a legitima e
verdadeira sogra!