O caminhoneiro, depois de 12 horas de viagem ininterrupta, parou num boteco para esticar as pernas e pediu uma cerveja.
Assim que o dono encheu o seu copo, doido para jogar uma conversa fora, ele começou:
– Você viu essa história do Frei Galvão?
Ao que o dono do bar respondeu:
– Olha, o senhor não me leve a mal, mas eu não gosto que falem de religião aqui no meu bar.
– Tudo bem!
Alguns minutinhos depois ele tornou:
– E o Wanderley Luxemburgo? Acha que vai dar certo?
E o dono do bar:
– Desculpe novamente, mas também não gosto que falem de futebol aqui no bar.
O sujeito coçou a cabeça, tomou mais um gole de cerveja, fez uma pausa e disse:
– E essa bandalheira que está acontecendo no governo, você tem acompanhado?
– Por favor, nada de política aqui também!
Aí o sujeito se irritou:
– E sexo? Pode falar de sexo aqui no seu bar?
– De sexo? Pode, claro que pode!
– Então vá si fuuuu……!