Uma mulher estava esperando o trem na estação ferroviária de Varginha, Minas Gerais, quando sentiu uma vontade de ir urgentemente ao banheiro e foi.
Ao voltar, percebeu que o trem já tinha partido e começou a chorar.
Nesse momento, chegou um mineiro, que compadeceu-se dela e perguntou:
– Purcausdiquê quia sinhora tá chorano?
– É que eu fui urinar e o trem partiu
– Uai, dona! Por caus dissu num precisa chorá não… – tentou consolar o matuto – tenho certeza bissoluta qui a sinhora já nasceu com esse trem partido!