Um vampiro entra num bar, exclusivo para a espécie é claro, e pede um copo de sangue fresco…
Logo depois chega outro vampiro, aproxima-se do balcão e faz o pedido:
– Garçom… Vê aí um copo de sangue… mas beeeemmmm fresco… vou acompanhar o meu amigo aqui… diz ele referindo-se ao primeiro vampiro…
Os dois estão em uma conversa animada, já na terceira “rodada” de sangue fresco, quando entra um terceiro vampiro no recinto.
Pálido… da cor de uma vela…e pede:
– Garçom… Um copo de água fervendo por favor…
Os outros, observando o pedido, perguntam:
– Ué… Não vai tomar um copo de sangue com a gente???
E o sujeito responde:
– Não companheiros… estou mal do estômago… meio enjoado…
Hoje é só no chá mesmo…
Retira um absorvente sujo (usado) do bolso, e mergulha no copo de água quente…