Dois gaúchos estavam há dois anos em uma ilha deserta, sem mulheres e secos para transarem. Um dos gaúchos, o mais esperto, combinou com o outro o seguinte:
– Já que estamos só nós dois aqui, que tal batermos uma punheta, um para o outro?
O outro concordou e durante um mês inteiro foi aquela farra. Mas, caiu no marasmo e eles resolveram inovar.
O mesmo gaúcho propôs:
– Que tal fazermos gulosas (chupetas) um para o outro?
O outro concordou e durante um mês inteiro foi aquela chupança. Mas caiu no marasmo e eles resolveram inovar.
O mesmo gaúcho propôs:
– Que tal um comer o outro?
O outro concordou e durante um mês inteiro foi aquela comilança. Mas, também caiu no marasmo e então resolveram inovar.
O gaúcho menos esperto propôs:
– Que tal se nós na hora em que estivermos um comendo o outro começássemos a dar uns beijinhos?
O outro retrucou: – Não, viadagem não!