O gaguinho era um cara amigão, todo mundo gostava
dele, ele adorava prestar favores para seus vizinhos,
tanto, que dava o número de seu telefone para “todo
mundo”:
– Se se se se pre pre pre presisar, po po po pode me
me li ligar qua qua qualquer hora”, – dizia o
gaguinho.
Numa bela noite, o gaguinho já estava dormindo e o
telefone tocou, era um conhecido de seu vizinho
dizendo que a mãe dele dinha morrido e que se o
guaguinho, não podia dar o recado.
O gaguinho ficou todo nervoso, “imaginem um gago
nervoso”, e foi avisar o amigo, chegando lá no andar
de cima o gaguinho tocou a campainha um monte de vezes
e o cara nada de atender, depois de muita insistência
o cara atendeu.
– O quê, que foi gaguinho? O que, que você, quer uma
hora dessas?
– Nã nã não, é que que sssssssua mamamamamam…
Fala, gaguinho o que que foi?
– Aaaaaa mamamamama iiiipipipipi…
– Gaguinho, já sei. Fala cantando, que quando gago
canta ele não gagueja.
– Tatatatatata bobobobobom eeeeee ooo ssissiguiinte:
– Oh! lêlê, oh, lálá, sua mãe morreu, amanhã vão
enterrar!!