Estava um bêbado no ônibus, falando sozinho, em voz alta:
– Se meu pai fosse um pato e minha mãe um pata, eu seria um patinho… Se meu pai fosse um cachorro e minha mãe uma cadela, eu seria um cachorrinho… Se meu pai fosse um gato e minha mãe uma gata, eu seriaum gatinho… Se meu pai fosse um…
– Escuta aqui, ô meu chapa – interrompeu o motorista, emaltos brados, levantando-se e caminhando em sua direção. – E se teu pai fosse um veado e tua mãe uma puta?
– Aí eu seria motorista!