No meio da tarde, toca o telefone da Casa Branca.
– Por gentileza, eu posso falar com George Bush?
– Quem gostaria? – pergunta a estagiária.
– Aqui é o Osama!
– O… Osa… Osama Bin Laden? – grita ela, eufórica.
– Sim, minha filha… Mas chama ele logo que eu não tenho todo o tempo do mundo!
– Er, um minuto só! – diz a garota, correndo pela sala oval e gritando o nome do presidente, que voa para o telefone:
– Hello, hello…
– Calma Bush, aqui é o seu amigo Laden!
– Seu, seu… O que você quer?
– Eu liguei para lhe dar duas notícias, uma boa e outra ruim.
– Fala logo! Qual é a boa?
– A boa é que eu vou me entregar… Estou indo pros Estados Unidos amanhã…
– Sério? E a ruim?
– A ruim é que eu vou de avião!