Brasília, 10 de fevereiro de 2005
Meu filho:
Não quero mais que você estude. Quero que pare com as aulas do colégio, de inglês e de computação. Universidade? Nem pensar. Tudo isso é bobagem. Não quero que você sofra como eu sofri, para tentar chegar a algum lugar. Não, filho, não estou louco. Apenas quero que você se espelhe em nosso Presidente da República e seja como ele. Apenas quero que você se filie a Sindicato e faça parte da Comissão de Fábrica. Depois, fique amigo dos sindicalistas e se candidate em alguma Chapa. Aí, quando for eleito, você não terá que trabalhar mais ou ter estudado para ser alguém na vida, como nosso Presidente.
*Vejamos:
– ele não estudou;
– ele não trabalhou muito, apesar de ser “Líder” dos trabalhadores;
– ele tem um belo salário como Presidente;
– ele tem um belo salário do Partido, sem trabalhar;
– ele também recebe pensão como anistiado;
– ele tem aposentadoria;
– ele tem filhos estudando no exterior;
– ele não paga aluguel da mansão onde mora;
– ele desconhece os preços de supermercado, padaria, farmácia, açougue, etc;
– ele viaja ( e muito ) de avião;
– ele tem carros;
– ele não fala inglês, espanhol ou outra língua – nem português;
– ele tem ternos italianos;
– ele não tem experiência administrativa;
-ele não tem humildade;
– ele traiu todos seus compromissos de campanha;
– ele defende, hoje, tudo quanto atacava e era contra não política do Presidente anterior;
– ele não tem vergonha em dizer que “é do povo”, mesmo vivendo como um rei.
Assim, meu filho, apenas reforço o pedido: siga o exemplo de nosso Presidente, já que tudo que passei na vida (estudos, faculdade, Mestrado, Doutorado, Cursos de Idiomas, Concursos Públicos e trabalho, não me levaram a NADA! ). DA PRÓXIMA VEZ, CORTO O MEU DEDO NA PRENSA E VIRO SINDICALISTA.
Um abraço.
Seu pai.
Detalhe: “O NOSSO PRESIDENTE”, se quisesse, não poderia ser GARI.
O concurso de GARI exige segundo grau completo.
VIVA O POVO BRASILEIRO!