Preocupada com a quantidade de palavrões que o Joãozinho dizia, a mãe dele
decidiu pedir ajuda ao padre da paróquia.
O padre deu o seguinte conselho:
-Leve este caderno e anote cada vez que seu filho disser um palavrão.
No final do mês, desconte dez centavos por palavra da mesada do menino e os
doe à igreja”.
No final do mês, o padre foi visitar a família e a primeira coisa que fez
foi chamar o Joãozinho e conferir o caderno. Contou os palavrões e disse:
-Meu filho, você proferiu 99 palavrões esse mês! Isso é terrível! Sua mãe
descontará R$9,90 da sua mesada”.
-Vamos acertar logo isso”, disse o menino.
Sem esconder a irritação, Joãozinho tirou uma nota de R$10,00 do bolso e
entregou ao padre.
-Mas eu não tenho R$0,10 de troco”.
-Então o senhor vai tomar no CÚ e fica tudo certo”.