Joaquim Pereira estava de férias no Japão e se preparava para pegar um avião de volta para Lisboa. Já no aeroporto ele se surpreendeu com um computador que identificava os passageiros sem a necessidade de documentos e contava com um sistema de voz para apresentar os dados de cada um. Assim que Joaquim passou, o computador acusou:
– Joaquim Pereira, 45 anos, português, casado, passageiro do vôo 575 da Portugal Airlines.
Impressionado, Joaquim foi ao banheiro, raspou o bigode e trocou de camisa. Ao passar pelo computador, a voz acusou novamente:
– Joaquim Pereira, 45 anos, português, casado, passageiro do vôo 575 da Portugal Airlines.
Mas Joaquim não se deu por vencido! Voltou ao banheiro e passou maquiagem, colocou uma peruca loira e um vestido rosa.
– Agora eu provo que essa máquina é burra – disse o lusitano, sentindo-se desafiado.
E a máquina acusou de novo:
– Joaquim Pereira, 45 anos, português, casado, e que por causa dessa viadagem acaba de perder o vôo 575 da Portugal Airlines.